Desvitalização

DESVITALIZAÇÃO DENTÁRIA
PARA QUE SERVE E QUAIS AS VANTAGENS?

Tratamento endodôntico

Um tratamento endodôntico, tratamento de canal ou desvitalização é um dos procedimentos mais comuns realizados na medicina dentária. É indicado para pacientes com estágios avançados de cáries ou que sofreram traumas nos dentes.


Este tratamento consiste na remoção da polpa dentária, um tecido pequeno em forma de fio que se localiza no centro do dente, sendo o espaço pré-existente limpo e preenchido por um material obturador com o objetivo de selar completamente o canal radicular.

Vantagens da Desvitalização

Alguns anos atrás, os dentes com polpas infeccionadas ou mortificadas eram extraídos. Hoje em dia, um tratamento endodôntico salva muitos dentes que de outra forma teriam sido perdidos.

A Desvitalização é necessário quando:

Em casos de cárie profunda ou dano ao dente, como um trauma forte, seja ele recente ou mais antigo. Estando a polpa infeccionada ou morta, se não for tratada, pode se formar pus na ponta da raiz dentro do osso maxilar, formando um abcesso. O abcesso pode destruir o osso que circunda o dente, causando dor.
Mais raramente, existem casos em que a polpa não está afetada e mesmo assim o tratamento endodôntico é considerado. É o caso de dentes que apresentem uma sensibilidade dentária muito frequente e acentuada, e que não cedem a tratamentos de dessensibilização, e de dentes que irão servir de pilares a uma ponte fixa, caso o Médico Dentista considere ser a opção mais adequada, normalmente por precaução quando considere que o desgaste irá provocar sensibilidade ou dor posterior.
Tal como nos dentes definitivos, um dente de leite nas crianças também pode ser desvitalizado e ter um ou mais canais, consoante o dente considerado, sendo que o termo mais utilizado para referir o tratamento endodôntico em dentes decíduos, é pulpectomia.

Informações úteis:

Este tratamento é um procedimento fácil, principalmente nos dias de hoje, em que as técnicas e equipamentos da endodontia evoluíram muito. Em Nossa clínica a maioria dos tratamentos podem ser feitos em uma única consulta, durando cerca de 1 hora, dependendo do nível da infecção no dente, mas em alguns casos é necessário mais 2 ou 3 consultas para conclusão do tratamento.


De referir também que deverão ser ainda considerados os custos relativos à posterior restauração do dente, e relativamente a esta o valor dependerá também do estado de destruição que possa apresentar, podendo, nos casos mais extensos, implicar o recurso à prótese fixa (coroas ou pivots).



Cuidado a ter após o tratamento endodôntico:

Não mastigue com o dente tratado até a restauração definitiva, e mesmo após a restauração definitiva, evite trincar com alimentos duros.


Os dentes e os tecidos ao redor podem apresentar sensibilidade após o tratamento, reação normal e passageira decorrente do processo inflamatório. Nessa hipótese, o paciente pode tomar analgésico para evitar qualquer desconforto.Caso não cesse a dor, entre em contato com o seu dentista para saber se há necessidade de entrar com anti-inflamatório e, em último caso, antibiótico.

Faça controle de 6 em 6 meses, um cuidado necessário após o tratamento é o controle clínico através de exames radiográficos. Para dentes que apresentam lesão apical, esse controle radiográfico deve ser feito até que os sinais de lesão diminuam ou desapareçam no período de 2 anos. Caso o problema persista, é recomendável que seja realizado o retratamento do canal ou cirurgia parendodôntica (retirada da porção apical da raiz), para evitar a extração do dente.

Volte a sorrir! Preencha o formulário abaixo para solicitar o agendamento de uma avaliação!

    Seu nome (obrigatório)

    Serviços disponíveis (obrigatório)

    Seu número de telefone (obrigatório)

    Assunto

    Selecione a data

    Iniciar (obrigatório)

    Fim (obrigatório)

    © Volte a Sorrir. Todos os direitos reservados.
    Rua Luis de Camões nº 17 1º andar 2900-446, Setúbal